"Se eu pudesse desenvolveria asas, para ir de pouso em pouso salvando o mundo, na velocidade que a vida me permitisse, mas com a vontade que ainda me restou." (Simone Maggi)

22 de abril de 2010

Quero minhas asas

Hoje acordei com saudades
De voar na imensidão de mim mesma...
E entre meus guardados,
Procurei minhas asas.
Houve um tempo em que voava,
E me perdia em uma estranha alegria
Escutando o vento.
Agora outra vez...
Pelo céu quero voar
E por sobre a muralha dessa vida,
Construir meu momento.
Sem medo,
Deixar-me envolver na mais doce loucura
Lançar-me nesse vazio,
E observar o silêncio profundo e vasto
Que me dá todas as respostas
Hoje quero voar...
Libertar o coração das amarras,
Deixa-lo livre
Para desvendar os horizontes
Desvanecer no espaço.
Esconder-me do mundo fazer parar o tempo...
Viver o sonho mais sonhado.
E num ato encantado,
dormir no colo
da lua.

Gloria Salles
31.01.2008

poderia ser meu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário